Biografia: Gunter Shulz

◽Idade: ????
◽Nascimento: 30 De Julho
◽Sexo: Masculino
◽Altura: 1,83 m
◽Peso: 82 kg
◽Estado: Morto
◽Eren Jaeger
◽Levi Ackerman
◽Petra ral
◽Darius Baer
◽Eld Jinn
◽Dieter Ness

Grupo: Soldado da tropa de exploração e Esquadrão de Operações Especiais

Gunter Shulz foi um dos soldados escolhidos a dedo por Capitão Levi Ackerman e foi colocado no Esquadrão de Operações Especiais. Gunter possuía estatura média, tinha a pele ligeiramente bronzeada e cabelos pretos amarrados com uma tira na parte de trás da cabeça. Como os demais usava o uniforme padrão do Exército.

Na Batalha do Distrito de Trost, Gunter aparece pela primeira vez como um membro na Tropa ser exploração no ano 850. Durante a expedição no território dos Titãs, ele e Eld Jinn são os reforços recolhidos por Petra para ajudar Levi e o soldado ferido. Estes três soldados são então surpreendidos quando Levi avança sozinho para cuidar de dois titãs por conta própria. A expedição é logo cancelada assim que Erwin Smith percebe os Titãs movendo-se para a cidade, sinalizando uma possível violação.





Em seguida no arco da Titã Fêmea: Após a tentativa de batalha no Distrito de Trost para decidir o destino de Eren, conclui-se que Eren deve ingressar na Tropa de Exploração, Gunter é escolhido por Levi para ser um membro do Esquadrão de Operações Especiais, um grupo de soldados de elite cujo trabalho é cuidar Eren. Gunter, juntamente com o resto do esquadrão, então acompanha Eren à antiga sede do corpo de investigação, que agora servirá como um esconderijo para Eren. Após a sua chegada, Gunter e Eld notam que o QG não foi devidamente mantido devido a não ser utilizado. Por causa disso, Levi ordena que todos comecem a limpar. 

Mais tarde naquele dia, o esquadrão discute a próxima expedição, com Gunter notando que isso
estava acontecendo muito rápido. Quando Hanji Zoe chega e Eren pede a ela para explicar suas experiências com Titãs, Gunter e os outros saem rapidamente da sala, já sabendo como Hanji gostava de falar demais. No dia seguinte, Gunter, junto com o resto dos soldados, chega à cena do crime depois de ser notificado sobre o assassinato de Sonny e Bean . Depois de ouvir que o culpado desapareceu usando seu equipamento de manobras verticais DMT , Gunther se pergunta se foi algo armado por duas ou mais pessoas. Depois que a investigação é feita e o culpado não é encontrado, Eld e Gunterr discutem a próxima cerimônia de formatura, perguntando a Eren se algum de seus colegas se unirá ao time, mas Eren não sabe responder com certeza. 

Ele está presente na cerimônia, ouvindo o discurso de Erwin. Um mês depois, Gunter está presente como parte da expedição que se dirige ao território dos Titãs. Eren lembra dele explicando o plano da expedição a ele. Quando Eren questiona o significado de seu poder, ele pergunta se Eren entendeu a pergunta de Erwin depois do assassinato de Sonny e Bean, revelando que a cada um deles foi perguntado o mesmo. Gunter conclui que deve haver um objetivo oculto nesta expedição.

Enquanto o tempo passa, a notícia de um Titã misterioso matando os soldados chega
ao Esquadrão Levi, assim como Gunter e outros testemunham o sinal de fumaça negra, sabendo que um Titã anormal está perto de sua posição. Eventualmente, eles entram na Floresta Titã . Eren questiona isso, mas depois observa que Gunter e outros também não sabem o que está acontecendo. Naquele momento, o misterioso Titã Fêmea chega em sua localização. Enquanto estão sendo perseguidos, no pânico, ele grita que não podem escapar dentro da floresta. Ele e os outros soldados do esquadrão imploram a Levi por ordens, propondo derrubar o Titã enquanto ela abate os reforços atrás. Levi, no entanto, apenas atira uma granada de som para acalmá-los, lembrando-os de seu trabalho. Eren se vê incapaz de cumprir as ordens enquanto vê mais soldados serem mortos. Suas intenções são claras quando ele está prestes a morder sua mão. Levi diz-lhe para escolher se ele acredita em si mesmo ou no grupo e Eren lembra o tempo gasto com o esquadrão antes do início da expedição.

Eren decide ir com o esquadrão. Gunter então percebe que o Titã Fêmea está acelerando e que está prestes a alcançá-los, eles chegam ao local de Erwin e os outros soldados que conseguem prender ela, para grande surpresa do esquadrão. Eles então se gabam de Eren, alegando que é graças ao poder do Corpo de Investigação que eles conseguiram capturar seu inimigo.

Depois, Gunther e os outros discutem a decisão de Erwin de não contar aos soldados sobre o plano. Eren se pergunta por que é que nem mesmo os soldados de elite foram informados sobre isso e Gunther percebe como essa observação irrita Oluo e Petra. No entanto, Erd concorda com Eren, afirmando que Erwin deve ter tido uma razão. Eles percebem que se eles respondessem a misteriosa pergunta de Erwin naquela época, provavelmente seriam confiáveis o suficiente para entrar na operação. Mais tarde, o esquadrão ouve os gritos do Titã Fêmea, um sinal para outros Titãs entrarem na floresta. Sem o conhecimento deles, o Titã Fêmea e esses Titãs para escapar e quando Gunter percebe o sinal ordenando uma retirada, o esquadrão acredita que
eles vão ver a pessoa dentro da titã. 

Em seu caminho para reunir-se com Levi, Eld provoca Petra e Oluo por fazerem xixi nas calças na primeira expedição, mas Gunter repreende-os por conversar descuidadamente no meio do território dos Titãs. Eles percebem um outro sinal de alargamento e pensar que é disparado por Levi. No entanto, o soldado misterioso se aproxima deles e Gunter percebe tarde demais que não é Levi, permitindo ao soldado atacá-lo. O atacante misterioso corta seu pescoço fazendo com que se choque com uma árvore. 








Eren chocado testemunha então o cadáver de Gunther endurado na árvore. Mais tarde é revelado que ele foi assassinado pelo Titã Fêmea, Annie Leonhart , em sua forma humana. Ela se disfarçara como um dos membros do Corpo se passando por Levi para atrair a atenção da Equipe do Esquadrão Especial para chegar a Eren.




Agora no arco da rebelião: (Spoiler) Vamos falar a Historia sob a capela de Reiss, Eren menciona Gunter como estando entre as vítimas que ele e Grisha Yeager são responsáveis por matar roubando o poder do Titã. Na volta em Shiganshina, quando Erwin Smith começa a lamentar as esperanças decrescentes de seu sonho, Gunter está entre os muitos soldados caídos da Tropa de Exploração na mente de Erwin, querendo saber se suas mortes tinham significado.

Ser um soldado da Tropa de exploração que sobreviveu a vários encontros com Titãs afetou significativamente a personalidade dele. De acordo com Levi, Gunter foi escolhido para ser a parte do Esquadrão de Operações Especiais não só por essa força, mas também devido ao fato de ele não confiar completamente em Eren Yeager . Mesmo que ele e outros pudessem viver por causa de sua capacidade de sempre esperar o pior em qualquer situação, eles não se transformaram em bestas sem coração, pois não era fácil para eles apontar suas lâminas para Eren. No esquadrão de operações especiais, Gunter parecia ser o mais razoável. 

Após a transformação involuntária de Eren em um Titã, ele foi o único a pedir a Eren a prova de que ele não é hostil. Em contraste, Oluo ameaçou matá-lo e Petra pensou em Eren como perigoso enquanto se preocupava com a vida de Levi. No entanto, ele mostrou-se irritado quando seus camaradas e Eren estavam zombando de brincadeira um com o outro por ter molhado suas calças, implicando que ele também possuía um lado severo e não aceitou gentilmente se um soldado não se concentrasse na tarefa em questão .


Embora nunca tenha sido mostrado em combate direto, como um soldado de elite escolhido para o Esquadrão de Operações Especiais sob o comando de Levi, Gunter foi presumido ser bastante forte. Ele era um guerreiro habilidoso com uma alta matança de Titã, com um recorde de 47, dos quais 40 foram obtidos em times e 7 em solo. 

Ele mostrou ser bastante proficiente no uso de equipamentos de manobra vertical e exibiu um certo grau de inteligência, podendo deduzir que Erwin não revelou o verdadeiro objetivo da expedição.

FRASE: "Gente, o que vocês são? Um piquenique ou o quê? Estamos fora dos muros parem de chorar em voz alta!" - Gunter Shulz

Nenhum comentário:

Postar um comentário